artista Diego Castro

atuação GROU. agenciamento, acompanhamento editorial e produção executiva.

O livro ( - - = + ) de Diego Castro, aprovado pelo Proac - Livro de Artista, reflete fases de pesquisa de sua produção visual, com um pensamento expandido do desenho a partir de leituras visuais de uma HQ. Utilizando somente as estruturas, retirando as cores, ativando a ideia do desenho, eliminando suas representações e mantendo o ruído, visto pelos contornos das linhas e balões. Fragmentos estruturais, sem personagens, sem falas, originados de uma série do artista representada na exposição por uma instalação contendo 42 desenhos. A mostra apresenta ainda uma escultura da série Cor de Base onde duas peças de cores complementares se sustentam e se complementam espacialmente.

Oficina gratuita para crianças de 07 a 14 anos. Conversa com o artista e proposta interativa. 

 

 

"O livro - - = + do artista Diego Castro é um desdobramento da série “HQs”, iniciada em 2009, na qual o artista passa a se apropriar do lay out de HQs, retirando das páginas dessas publicações toda a informação textual e imagética. Essa operação realizada pelo artista nesta série, e que retorna no projeto - - = +, permeia praticamente toda a sua produção e pesquisa.


Essa espécie de esvaziamento produzido por Diego Castro através da apropriação de determinadas imagens do mundo da publicidade, da mídia impressa, da Internet, entre outras, descontextualizando-as a partir de composições complexas que promovem outra relação entre figura e fundo, é uma prática recorrente em seu trabalho. O artista promove uma espécie de status genérico para essas figuras, desarticulando qualquer direcionamento ideológico ou indutivo – formas de discurso muito trabalhadas pelos campos da mídia e da publicidade.


Através do uso da cor e de elementos gráficos, Diego também promove a essas figuras uma condição abstrata e estetizada que se relaciona de forma direta com o movimento da Pop Art. Não podemos deixar de considerar também que essas imagens selecionadas pelo artista fazem parte de um universo temático bem específico que gravita em torno de questões sociopolíticas e econômicas. O trabalho de Diego está completamente vinculado a uma agenda política. Em “HQs” ou no projeto - - = + isso não é diferente. Ao optar por esvaziar as HQs típicas norte-americanas, Diego opta também por desconstruir todo o repertório presente nessas publicações, que normalmente reforçam algumas narrativas cristalizadas principalmente no imaginário da cultura ocidental – como a figura arquetípica do herói, entre outros arquétipos, a não possibilidade de fracasso e derrota, assim como relações dicotômicas, binárias e maniqueístas.


Numa ação mimética, o artista recoloca esse produto novamente em circulação, porém ressignificado, e o transforma em um dispositivo de criação e performatividade para o público, que agora pode usá-lo como quiser, construindo ou reconstruindo sua própria história utilizando os espaços em branco disponibilizados pelo artista no projeto gráfico. O artista se aproveita da potência do múltiplo/publicação como tática.


Podemos dizer que se trata de uma ação sútil e poética, mas não menos potente. No texto crítico publicado na edição do mês de outubro da revista ARTFORUM do ano 2000, escrito pelo pesquisador Dave Hickey sobre o artista norte-americano John Wesley – que conecto fortemente ao projeto - - = + de Diego Castro –, Hickey aponta que a Pop Art, a partir do momento em que toma para si o que ele chama de “expressões tradicionais” e imagens emblemáticas, desestabiliza a hegemonia dos valores puritanos da América e sua espécie de autocracia. Para Hickey, a Pop Art apresenta uma interferência sofisticada em que as coisas são ouvidas sem muito a ser dito. É isso – “menos, menos, igual a mais”."


Bruno Mendonça

11008819_959109990800503_375620785111509

Ficha Técnica:

Criação e concepção – Diego Castro

Coordenação e Produção – GROU

Texto e acompanhamento crítico - Bruno Mendonça

Coordenação Pedagógica - Luciene Lamano

Parceria Circulação – Plataforma sobrelivros (Bruno Mendonça e Rafaela Jemmene)

Parceria Lançamento - Ateliê Fidalga

Assessoria de imprensa – Tremma Comunicação (Tiago Santos)

Fotos - Flavio Lamenha

Sala Projeto Fidalga

www.ateliefidalga.com.br